Historia

Historia

 

Decorria o ano de 1985 quando, Eduardo “Pacha” Cantón, deixou para trás Buenos Aires apaixonado pelo Carmelo. Por aquele então, onde hoje tem o desenvolvimento do Canton Estate, só adivinhava-se uma praia embaixo de um monte de espinhos com uma floresta de pinheiros por trás que prometia um proximo pulmão verde.

A paisagem era selvagem e silenciosa. Não tinha as “atrações” da cidade, mais sobre essas dunas, Pacha Cantón desenhou na sua mente casas, um porto, um restaurante, crianças de bicicleta, cavalos… um estilo de vida. Empolgado com essas imagens, deixou tudo para se estabelecer na área com a idéia de desenvolver um empreendimento imobiliário que pudesse oferecer, além de uma paisagem fora do comum a só 15 minutos de Buenos Aires, uma possibilidade de viver tranquilo e em contato com a natureza.

No ano de 1990 ele iniciou as obras: cercou o prédio, fez o cabeamento elétrico e começou a traçar as ruas internas, enquanto construía o que ia ser sua propría casa, a primeira no bairro. Também encomendou o cartaz com a inscrição “Aeroporto Internacional do Carmelo”, e pouco tempo depois aterrissou o primeiro avião, habilitando o prédio para voos futuros.

Finalmente, no ano de 1993, ele inaugurou oficialmente o Club de Campo El Faro, o sonho de um visionário, que foi realizado na forma de vida de centenas de famílias que escolheram a paz, a natureza e a segurança, para se estabelecer no Carmelo.

Logo vieram a finca Narbona, Puerto Camacho, o cais exclusivo do empreendimento, o bairro La Toscanita e seu pitoresco estilo que lembra o noroeste italiano, os pinheiros do hotel…

Essa é a historia do Puerto Carmelo, que ganha cor com os contos da vida diária de seus moradores: cavalgadas, churrascos, tardes no rio… uma terra prometida para as familias a procura de outro estilo de vida, mais saudável e mais livre.

Canton Estates não é só um empreendimento imobiliário, muito mais que isso, é uma filosofia de vida.